terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A ética no futebol




Vendo a entrevista que a presidente do Flamengo Patrícia Amorim concedeu ontem em uma coletiva, o leigo em futebol certamente chamaria o presidente do Fluminense (aliás ela disse que ele tem problemas[?], rsrs) de inescrupuloso, mercenário, arrogante, e outros adjetivos mais... Mas o que ela, Patrícia, esquece, é que na transação envolvendo Ronaldinho gaúcho, nessa mesma época do ano pasado, ela, que hoje acusa o Siensem de ser dissimulado ao não confessar o interesse no TN, se gabava e dizia que o silêncio foi a alma do negócio para ter o gaúcho. Depois ela diz que o Fluminense está inflacionando o mercado brasileiro ao oferecer R$730,00 ao TN, mas foi o Flamengo quem ofereceu (e não pagou) ao Ronaldinho R$1.000,000,00. E nem é bom falar muito da ética flamenguista...Um dos maiores escândalos do futebol brasileiro, o caso das papeletas amarelas, envolvendo exatamente esse cidadão, que acusa hoje o Fluminense de anti-ético, o senhor Léo Rabelo, até hoje não explicou onde foi para a grana e para que servia enfim.
E para quem não se lembra, o Flamengo aliciou o Diego Souza e o Toró. Não foi nemum pouco ético quando os levou para a Gávea. Deveria haver ética no futebol? Deveria. Existe ética no futebol? Não. Mas especificamente nesse caso do merce...op's, do TN, não houve falta de ética coisa nenhuma. O jogador tinha vínculo com o Flamengo até o dia 31/12/2011, e o Fluminense respeitou o término desse prazo, em que ele, Flamengo tinha a prioridade do atleta. Sem contar que foi o clube detentor dos direitos do atleta quem procurou o Fluminense e ofereceu o jogador, por saber da admiração do mandatário da Unimed por ele.
Me perdoem os amigos flamenguistas (e botafoguenses também), mas essa moça não está presidindo o clube errado? Patricinha...chega de chororô e blá, bla, blá. Corra atrás para segurar o R10, busque o Love e esqueça o TN7 (agora será TN10). E outra, se cuida, senão o Celso Barros compra o maraca e te cobra a entrada. Vai chorar na cama que é lugar quente.

PS: Para quem quiser, esse vídeo é ótimo!





Compartilhe este artigo:

 

Adicionar Comentário

COMENTÁRIOS

nenhum comentário

sábado, 14 de janeiro de 2012

Com ou sem Thiago Neves, o Flu é um timaço?









Bom estar aqui com vocês de volta. E olha eu aqui de novo falando do Thiago Neves...hoje com uma opinião maisi madura e tranquila do que tempos atrás, mas ainda continuo achando que ele é mercenário e sem muita ética na profissão que exerce. Claro que como profissional eu vou e irei sempre para onde me deem condições melhores de trabalho e de um salário maior, mas ninguém jamais me ouviu ou ouvirá falando mal de um patrão ou de uma empresa onde eu tenha trabalhado. E tão pouco fazendo assinando contratos com um e com outro simultaneamente. Essa não é a primeira vez que ele faz isso, para quem não se lembra, ele fez isso com o Palmeiras na sua primeira passagem pelo Flu, que levou de consolo o Lenny, para esquecer o pré-contrato. Agora está fazendo o mesmo com o Flamengo, e queimando o filme da Patrícia Amorim com a torcida deles. Mas...vamos ao time e guerreiros no papel:
Goleiros
- Diego Cavalieri (Muito bom)
-Klever (incógnita)
-Ricardo Berna (de fases)


Zagueiros
- Digão (Trombador [gosto dele])
- Anderson (Tomara que seja bom)
- Elivelton (Imaturo ainda, mas bom)
- Gum (guerreiro)
- Leandro Euzébio (Alterna boas e más partidas)
- Márcio Rosário (O pior de todos)


Laterais
- Bruno (promete [acho que perdemos na troca por Mariano]
- Carlinhos (titular, mas alterna muito boas e más jogadas)
- Wallace (promessa)
- Carleto (juro que não vi nada nele)


Volantes
- Diguinho (Bom marcador)
- Edinho (Quando inspirado, joga bem)
- Rodrigo (?)
- Valência (muito doido)
- Jean (tomara que desencante)


Meias
- Deco (em forma...monstro)
- Lanzini (Outra promessa. Bom reserva)
- Marquinho (Um coringa super eficiente)
- Souza (Não disse ao que veio)
- Wagner (Muito bom enquanto no cruzeiro)
- Thiago Neves (dispensa comentários)


Atacantes
- Araújo (fala sério)
- Ciro (ciscador)
- Martinuccio (precisa entrar em forma)
- Fred (O dono do time, é uma fera quando quer)
- Matheus Carvalho (outro que não desencantou)
- Rafael Moura (guerreiro)
Rafael Sóbis (É craque)
-----------------------------------------------------
Meu time titular hoje:                                Time reserva:


Cavalieri                                                  Klever
Bruno                                                       Wallace
Gum                                                         Leandro Euzébio
Anderson                                                Elivelton/Digão
Carlinhos                                                Carleto
Diguinho/Edinho                                   Edinho/Valência
Jean                                                         Lanzini
Deco                                                        Souza/Marquinho
Wagner/T.Neves                                  Martinuccio
Fred                                                         Rafael Moura
Sobis                                                       Ciro/Matheus Carvalho


 Esse o meu time titular no papel, mas...em campo, geralmente a gente se surpreende.
O fato é que hoje o Fluminense tem, tranquilamente dois times para entrar em campo, portanto, pode e deve focar a Libertadores, mas eu alternaria o time titular...não o deixaria só em treinamentos. Treino é treino e jogo é jogo (o Santos que o diga). Por mim Abel colocava o time B num jogo e o A em outro no campeonato Carioca. Seria treino de luxo.
Não me perguntem de 4-4-2 ou 4-3-3 e etc. É só os times que eu queria ver alternados durante o Carioca.
Abraços em todos.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Foi justo o clássico vovô?



Estava demorando a velha perseguição ao Fluminense pela arbitragem. O que se viu ontem no Engenhão foi vergonhoso. Um árbitro totalmente despreparado e tendencioso, que após um penalty mal marcado e mal batido, portanto defendido, cometeu a arbitrariedade (no sentido da palavra) de marcar outro penalty, e se Loco Abreu perdesse, certamente ele marcaria um terceiro. O Fluminense foi um time preguiçoso (como aliás, vem sendo em todo início dos seus jogos, longe até da sombra do time de guerreiros), e só resolveu jogar depois do placar marcar um gol para o adversário. Mereceu perder? Tecnicamente e legalmente não, mas mereceu sim, para acordar e entrar em campo com raça e dignidade, com fibra e com vontade que um campeão deve ter sempre.

Agora, Muricy, se prepare para brigar e muito, contra o 12° jogador que quase sempre temos em campo (foi assim no brasileiro e será na Libertadores): a arbitragem. E a de ontem não merece sequer que eu cite o nome em meu post.

Lamentável....parece que não temos voz nos bastidores. Saudades do José Carlos Vilella...

*Não poderia deixar de comentar minha satisfação com a estreia do Rafael Moura, que em um jogo só fez mais gols do que na última passagem dele pelo Flu (embora o suposto penalty tenha sido feito por ele). Tomara que ele venha para brigar de fato pela posição.


terça-feira, 1 de fevereiro de 2011



Hoje a bomba estourou na cabeça da torcida Tricolor: Tote Menezes está de volta ao Fluminense! Ele mesmo! Aquele que em 2009 queria dar férias para o time titular que já havia caído para a segundona na opinião de expert dele! Aquele que foi mandado embora e foi escorraçado pela torcida, e que agora, junto com o Alcides Antunes vai formar o miolo do nosso departamento de "Mamar nas tetas Tricolor".
Olha, na boa, Peter Siemsen está começando muito mal a sua administração, e frustrando todos aqueles que depositaram nele a esperança de mudanças. Estão se aproveitando da boa fase do time para colocarem o tapete novo para onde será varrido e escondido todo o lixo desse bando que está retornandoo ao Fluminense Futebol Clube.
Alcides Antunes já era um sapo na goela do torcedor, agora Tote Menezes, é brincadeira, né???
Será que vou começar a sentir saudades do Horcades???

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

O Maestro voltou!




Fluminense 4X2 Cabofriense. Confirmando o post anterior, foi um treino para a Libertadores. Um jogo que serviu para o time se entrosar, e Conca, mesmo sem ritmo de jogo, entrou com a disposição e profissionalismo que o caracterizam e encantam a torcida Tricolor. O argentino é guerreiro nato. Fred marcou dois, dos quatro que o Flu fez, e se isolou na artilharia com cinco gols em quatro jogos. Quem sabe esse não seja o ano dele mostrar o quanto vale?

Agora, a nossa zaga já não é lá essas coisas (titular), mas o que foi aquilo ontem? O André Luis é brincadeira (como diria o Gerson)! Tudo bem que depois fez um gol de cabeça, mas aquele drible que ele tomou...vergonhoso! O Fluminense tem que correr atrás de um zagueiro bom para compor nosso miolo rapidinho (que saudades do "monstro"), senão corre o risco de tomar um ou mais gols bobos como os de ontem, lá em Macaé, e aí, de novo, adeus Libertadores.

Sem muito o que comentar da partida de ontem, vou aguardar para ver o time entrosado e jogando por música, como sonhamos todos nós. Mas fica aqui a minha satisfação por ter visto nosso maestro pequenino entrar em campo e mostrar que rapidinho estará em ponto de bala!


sábado, 29 de janeiro de 2011

A estreia verdadeira de Souza

É notório que o campeonato carioca está servindo de treino para Muricy entrosar o time, visando as demais competições. Principalmente a tão sonhada Libertadores. O jogo de quinta-feira foi um treino técnico, onde o Souza, enfim, estreou e mostrou ao que veio. E que bom fazer gol de falta!


A tempos não tínhamos um batedor nato.
O Fluminense se mostrou um time preguiçoso, do tipo: resolvo quando quiser. Poderia ter saído de campo com uma vitória no mínimo por outros 6 gols, e sem tomar nenhum contra. O D. Cavaliere falhou no lance, mas é compreensível. Agora, o lance mais bonito foi o que não aconteceu. O que foi aquela bicicleta do Fred? Merecia ter entrado! Colocaríamos uma placa em pleno Engenhão!!! Pena que Fred acabou foi displicentemente perdendo um penalte...enfim, tem coisas que só acontecem dentro de campo né. Mas para treino, foi um bom jogo. E o mais importante foram os três pontos na tabela.
Aguardo ansiosamente o retorno do Argentino mais amado do Brasil em campo.
Dá-lhe Conca!!!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

XEREM



Assim como no ano passado, Deco desfalcará o Fluminense por um longo tempo. O exame de ressonância magnética realizado nesta tarde de terça-feira apontou uma grave lesão no músculo adutor da coxa esquerda do jogador. Os médicos do clube não citam que lesão é essa. Por conta disso, o luso-brasileiro não tem previsão para voltar aos campos.

- A lesão do Deco é grave, mas o departamento médico do Fluminense fará de tudo para que ele possa retornar o mais rápido possível aos gramados para fazer o que mais gosta que é jogar futebol – afirmou o chefe do departamento médico tricolor, Victor Favilla, ao site oficial.

Essa é a notícia que o site NETFLU publicou nesta tarde-noite (25/01/2011).
E esse é o meu questionamento: Valerá a pena investir em craques caros e de idade avançada para a prática do futebol? Craques que já se estabeleceram financeiramente e que agora só jogam pelo simples prazer de jogar ou de permanecerem na mídia? Outro dia publiquei um texto pedindo a contratação do Pet, que é craque, e foi dispensado de forma grosseira pela diretoria do Flamengo, mas será que vale a pena?
O Fluminense tem uma boa base, mas os empresários tomam conta de Xerem ( agora mesmo, Mano Menezes convocou três jogadores que vieram de lá: Rafael, Marcelo e o "Monstro" Thiago Silva). Enquanto nossa diretoria gasta milhões com Deco, Belletti, Emerson e até o próprio Fred, que passaram boa parte do ano passado no estaleiro.
O ano mal começou e Deco sofre outra lesão. Emerson está se recuperando do tornozelo. Belletti...é Belletti, e o salário deles Ó!!!!
Já postei tanto sobre a nosa base, que até temo ser repetitiva, mas Peter Siemsen devia olhar com carinho para Xerem e colocar uns espantalhos por lá, assim acabariam com as aves de rapina que sobrevoam os meninos desde os "fraldinhas".
É só a opinião de quem viu verdadeiros tesouros serem entregues de graça para a famigerada máquina europeia que processa sem piedade as promessas que despontam em Xerem.